Como abrir um salão de manicures?

abrir um salão

Olá, meninas! As mulheres estão mais exigentes quanto aos serviços de beleza. Elas procuram cada vez mais por serviços personalizados e diferenciados. Anos atrás, o serviço de manicure era prestado sempre em salões de beleza, junto do serviço de cabeleireiro, mas a realidade atual já é outra.

Como abrir um salão

Se você é manicure, que tal abrir um salão?  Assim poder oferecer aos seus clientes um espaço especializado em deixar suas unhas perfeitas? Confira nossas dicas de como abrir salão de manicure e saiba tudo sobre o assunto:

Investimento necessário

É claro que isso é bastante relativo e pode variar de acordo com o tamanho do negócio que pretende abrir. Porém, considerando um espaço pequeno e de estrutura simples, com equipamentos novos e materiais para dar início ao trabalho, estima-se um valor de aproximadamente R$ 2.500,00.

Questões legais

Para formalizar seu salão, é possível fazer seu registro como MEI (Microempreendedor individual), através do Portal do empreendedor.  As condições são que seu negócio tenha faturamento de até R$ 60.000,00 por ano e que você tenha apenas um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. Com esse registro, você poderá ter um CNPJ, o que facilita para emitir notas fiscais, abrir conta bancária e até mesmo pedir empréstimos.

Equipamentos e materiais

Entre os cosméticos e instrumentos necessários estão esmaltes, removedores, algodão, palitos, cortadores, alicates e lixas, entre outros que você já tem o costume de usar em seus clientes. Algo que não pode faltar é uma máquina para esterilizar o material que não é descartável. A higiene é um dos pontos mais importantes para garantir a credibilidade do estabelecimento. Quanto aos móveis, o básico resume-se em cadeiras próprias para o serviço de manicure e pedicure. armário ou estante para guardar os produtos e um expositor para que as clientes possam visualizar os esmaltes.

Além disso, você também pode ter um programa para salão de manicure que vai auxiliar na gestão do seu novo negócio, o que irá te ajudar a calcular suas finanças, ganhos, lucros, gastos e uma série de outras funções que irão potencializar o seu salão rumo ao sucesso.

Funcionários

Inicialmente, pode ser que não seja necessário contratar nenhum funcionário para a atividade de manicure/pedicure, mas se for possível é interessante ter alguém para auxiliar na limpeza, atendimento de telefone e agendamento de horários. No caso de uma pessoa não ser suficiente para o serviço, algumas empresas desse formato trabalham através de parceria, ou seja, você cede o espaço e o funcionário presta o serviço, depois o valor pago pelo cliente é dividido entre os dois.

Outros serviços

Um diferencial para esse tipo de negócio é agregar serviços que vão além do básico. Saber fazer unhas decoradas e aplicar películas nas unhas de suas clientes é algo que lhe trará um diferencial. Postiças e unhas em gel também são uma tendência que tem agradado muitas mulheres. Sabendo fazer a aplicação, será mais um ponto a favor de seu estabelecimento. E que tal um curso de massagem? Dessa forma, você poderá oferecer pacotes de spa para os pés, com massagem e esfoliação, por exemplo.

Agora que já sabe como abrir salão de manicure, leia também sobre como divulgar seu negócio na internet. Não deixe de assinar nossa newsletter para não perder nenhuma das dicas que trazemos aqui!00

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *